Surfando no sistema

Somos cientes de que hoje não temos como sair totalmente do sistema nem seria conveniente pois ainda este é o único sistema existente, vai levar um bom tempo surgir outro novo sistema mais justo e equilibrado que também depende da consciência de massa chegar a um ponto crítico, que nem sabemos se chegará, pelo menos pela consciência. Por este motivo acreditamos que o primeiro passo que temos a fazer e buscar garantir a nossa qualidade de vida e não saindo do sistema, mas ficando na fronteira e surfando nele conscientemente. Não temos mais dúvidas que como grupo teremos muito maiores chances de vivermos melhor, com menos custos e com mais qualidade de vida e longevidade. A nossa proposta tem como princípios fundamentais as seguintes premissas: 1. Construir a propriedade comunal com a partilha de sua posse em comum e individualmente, dando liberdade para a economia compartilhada como para a individual através de uma associação. 2. Buscar a autosustentação no mais amplo sentido principalmente de alimentos, energia limpa, fitoterápicos, plantas bioativas aplicando quando possível a permacultura sem dogmas. 3. Promover a economia compartilhada e solidaria dentro e fora de nosso espaço 4. Promover entre seus integrantes a vida saudável, a segurança alimentar e física, o aprimoramento espiritual, e a liberdade em seu amplo sentido, a geração conjunta de sustento saudável e o respeito à natureza na propriedade comum. 5. Aplicar e desenvolver novas tecnologias relacionadas a preservação do meio ambiente, ecologia profunda, sistemas alternativos de produção, desenvolvimento sustentável, qualidade e extensão da vida. 6. Fazer da vida em grupo um instrumento de crescimento pessoal, promovendo o convívio construtivo, as habilidades de diálogo e a resolução pacífica de conflitos, consolidando a diversidade com um laço de confiança e cooperação. Queremos resgatar, APRENDER, aplicar e praticar “a sabedoria da própria Terra” e poder viver em harmonia com a natureza e com uma “REAL” qualidade de vida, sem fecharmo-nos para a ciência e tecnologia, sempre e quando esta respeite o ecossistema, o meio ambiente e o ser humano como um todo interligado. Nosso desafio maior é colocar em pratica uma nova visão de mundo, para nós mesmos e os que nós rodeiam, colocar em prática em nossos relacionamentos e em nosso dia a dia; a liberdade, o respeito, a compreensão, a cooperação; colocar em prática e compartilhar tudo aquilo que aprendemos e que desejamos ser. Fazer com que os conceitos saiam da mente e se concretizem a nossa frente, fazer com que nossos sentimentos e as mensagens do coração sejam sagradas, fazer com que cuidemos de nosso corpo, que ingiramos água e alimentos saudáveis. Sair da manipulação de acreditar em todo que nos “informam” os “especialistas”, desenvolver atividades econômicas e tecnológicas não agressivas ao meio ambiente, trabalhar com respeito à terra. Mudar para um novo paradigma baseado na exaltação do ser em comunhão com a natureza, em favor da qualidade e extensão da vida, juntamente com aprender a integrar ciência, saúde, nutrição avançada, performance humana, tecnologia, conceitos ecológicos e a sabedoria Ancestral dos Antigos povos da terra. O planeta necessita pessoas dispostas a encarar estes desafios, todos são convidados a fazer o mesmo com seus talentos, seus espaços e propriedades. Falamos de um relacionamento SAGRADO COM O ESPIRITO DA TERRA! Desejamos que por nosso exemplo de FAZER e APRENDER, assim como o de outras pessoas em diferentes lugares, mostremos um novo caminho. Não sabemos bem qual será o resultado, mas temos certeza de que estamos fazendo alguma coisa para uma mudança, pois ficar parado pensando, falando e esperando, de nada adianta. Não nos reuniremos em torno de algum guru ou em torno sistemas de líderes, de ideologias, crenças ou livros sagrados e sim em torno do Amor á Natureza, seus habitantes e a nós mesmos como verdadeiros seres humanos. Buscamos estabelecer vínculos para cooperação e troca de informações com todas as pessoas, professores, pesquisadores, cientistas, artistas, estudantes, que tenham um pensamento integrativo, intuitivo, ecológico e não linear cujos valores sejam a conservação do meio ambiente, a cooperação, parceria, qualidade, extensão da vida, saúde e performance humana ótima e não apenas normal. A nossa Tribo é totalmente independente formada por “simples cidadãos, exercendo o seu direito de buscar qualidade de vida e autosustentação” e não se comprometerá com nenhuma ideologia político, empresarial ou religiosa. Trabalharemos em todas as direções visando informar, educar, APRENDER e viver em harmonia com nosso corpo, mente, espírito e nosso Planeta; não só que as futuras gerações não tenham o seu futuro roubado senão também para nós próprios nos próximos anos que viveremos deixemos de ser totalmente escravos e vivamos mais plenamente. Pois acreditamos que cada vez mais será difícil até de sobreviver quando se está totalmente dentro do sistema.

Esclarecemos que nossa proposta NÃO É UMA PROPOSTA COMERCIAL, onde alguém quer garantir o sustento ou lucrar com a venda da terra, a associação sem fins lucrativos que será criada a partir da adesão do sexto investidor-fundador e pagará num prazo de 5 anos e sem juros (indexado pelo CUB) o valor comprovadamente investido pelo atual proprietário, prevendo a formação de um grupo de no mínimo 12 e máximo 20 associados. A Associação se AUTOFINANCIA com os compromissos financeiros dos seus associados que pagam (com prazo de quatro anos também sem juros e indexado pelo CUB) sendo que cada associado terá o direito de posse a uma parcela de aproximadamente 2500 metros² direito pessoal este vitalício, alienável a quem for associado da proprietária e hereditável a apenas um herdeiro . O restante da área ficará de uso e usufruto comum. Sendo que já com 12 investidores aproximadamente estaremos pagando ao seu proprietário o total do valor da terra o restante dos fundos conseguidos com os outros lotes serão para investimentos na estrutura, áreas em comum e projetos da associação para beneficiar todo o grupo.